quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Aprazível mais que aprazível

Quem conhece ou já ouviu falar sabe do que estou falando. O restaurante é realmente bem aprazível. Localizado em Santa Teresa, com uma vista sensacional em um ambiente bem acolhedor e gostoso, no meio do verde.

O lugar é bem grande, dividido em várias áreas: parte interna (chamado de salão), varanda, gazebo que fica no ponto mais alto do terreno, com apenas uma mesa, entre as árvores, tem que subir uma escadinha, primeiro pátio e jardim.

A dona é mineira e mistura cozinha brasileira e internacional, fazendo inusitadas misturas de sabores.

Agora vamos ao cardápio! Para petiscar tem couvert com pães artesanais, pizza branca, pão de queijo, berinjela agridoce, manteiga e vinagrete de sarnambi (vôngole). O pão de queijo e a berinjela agridoce são os melhores, na minha opinião. Tem ainda pão de queijo com linguiça grelhada acebolada; pizza branca com sarnambi; bruschetta e por fim mix de pastéis (pastel de queijo e lingüiça mineira acompanhados de chutney de tomate). O pastel é bom, mas é bem pequeno.


De entrada tem saladas caprichadas; casquinha de caranguejo; escondidinho de carne seca ou camarão (são pequenos, mas gostosos); carpaccio de salmão ao molho thai com conserva de pepino japonês, gengibre e gergelim torrado; especial para crianças, e um dos mais pedidos, palmito fresco assado, servido na telha de bambu com pesto de salsinha.

Já nos pratos principais, achei bem interessante e variado, tem um prato de bacalhau; um de marreco com molho de ameixa e vinho branco, arroz selvagem e purê de maçã; uma picanha ao sol, maturada com sal de ervas, feijão de corda, farofa de farinha de flocos de milho, abobrinha e ovos; um arroz de frango caipira e linguiça mineira, um prato de peixe, uma lasanha campesiana com shitake, shimeji e cogumelo paris, com molho bechamel de alho poro; um cordeiro, um rosbife e um medalhão (filé mignon ao molho de vinho do porto, com batata aprazível e creme de espinafre com banana gratinada).


Já comi o medalhão que estava bem gostoso, macio, no ponto certo, com um molho bom, a batata estava boa também, assim como o creme de espinafre. A banana gratinada vem no potinho embaixo do creme de espinafre, que por ter gosto forte, acabou sobressaindo ao espinafre. Sinceramente acharia melhor a banana vir separada.

Também já comi a lasanha campesiana que estava ótima!! Recomendo.

Provei uma moqueca de Gurijuba (peixe típico do litoral norte do Brasil), que vinha numa cumbuca separada do pirão, arroz e farofa de açafrão. Estava gostosa, e a moqueca em si, vem em uma quantidade boa. Em compensação os acompanhamentos não. Resultado, sobrou moqueca.


As sobremesas também fazem uma mistura diferente, tem banana frita com canela e açúcar, sorvete de creme e calda de chocolate; goiaba cozida na calda de maracujá e servida com sorvete de goiaba; manga cozida na calda de capim-limão sobre rocambole de mangaba e sorvete de manga; crème brûlée; gateau de chocolate com sorvete de creme, amêndoas e calda de chocolate; tarte tatin de maçã com sorvete de creme; sorvete de tapioca com calda de açaí e mini pudim de tapioca com sorvete de milho verde e canela.

Bom, gosto bastante do restaurante Aprazível, não tanto pela comida, mas muito pelo ambiente. Aconselho ir no almoço porque de noite acho o acesso meio estranho. Mas isso é de cada um. Não é barato, não mesmo, mas vale muito a pena conhecer. É bem gostoso apreciar o dia bonito, a vista, no meio do verde, conversando, sem hora para sair, bebendo e beliscando.


Fica na Rua Aprazível, número 62, Santa Teresa. Funciona de terça à sábado de 12:00 até 1:00 h., domingos e feriados de 12:00 às 19:00 hs. É preferível reservar mesa, ainda mais se for em grupo. Telefone: 2507-7334. Site: www.aprazivel.com.br

1 comentários :

  1. Jonathan Benarrós disse...

    muito agradável o lugar. Adorei!