quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal!!!

Estarei um pouco ausente nos próximos dias devido às festas de fim de ano.

Então, antecipadamente desejo à todos um Feliz Natal e um excelente Ano Novo, com muita saúde, paz, tudo de melhor e muita comida!!!

Torço para que 2009 seja um ano maravilhoso e certamente trarei muitas novidades e deliciosas dicas!!

Muito obrigada pelas visitas e comentários enviados à Melhor Garfada!
Qualquer dúvida escrevam que assim que eu puder, respondo

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Receitinha!

Estou um pouco ausente, mas esse fim de ano está realmente muito puxado. Por isso, infelizmente, não tenho escrito tanto quanto gostaria...

O post de hoje é uma receita de quiche de queijo com presunto. Claro que sabendo fazer a massa, o recheio pode ser modificado para qualquer coisa que a pessoa goste, simples assim. O mesmo acontece com risoto.

Quem me deu essa receita foi uma amiga que sempre leva essa quiche aos nossos encontros, e sempre faz sucesso. É rápida, prática e gostosa. Ótima para servir com uma saladinha.
Então anota aí:

QUICHE DE QUEIJO COM PRESUNTO

Ingredientes:

Massa:

- 4 colheres de sopa de farinha de trigo

- 2 colheres de sopa de manteiga

- 2 colheres de sopa de água gelada

Recheio:

- 3 ovos

- 2 latas de creme de leite

- 100gr de queijo parmesão

- 300gr de presunto picadinho


Modo de fazer:

Massa:

Misturar a farinha de trigo com a manteiga, adicionando a água ate formar uma massa. Colocar um pouco de sal.

- Forrar a forma com a massa.

- Adicionar o presunto picado.

- Jogar o recheio por cima.

Recheio:

- Bater tudo no liquidificador.

- Jogar por cima do presunto.

- Colocar no forno até dourar.

Quem gosta de variar, pode fazer a mesma massa e trocar o presunto por tomate seco, podendo acrescentar ainda manjericão. Ah, o manjericão deve ser colocado embaixo do recheio, se colocar por cima, vai ficar queimado. Isso acontece muito com pizzas, pois tem pizzaiolos que, ou não sabem ou esquecem e colocam o manjericão na pizza, antes de a mesma ir ao forno, queimando as folhas de manjericão. O certo é colocar assim que a pizza sai do forno.

Quem quiser mais dicas de recheio é só me escrever.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Dica gostosa e útil

Hoje vou dar umas dicas de produtos para ter em casa, tanto para saborear quanto em casos de emergência.

São perfeitos para ocasiões como por exemplo: quando aparece alguém na sua casa de repente, ou queira também convidar mas não sabe o que servir, ou esteja com preguiça de pensar e sair para comprar algo.

Então é o seguinte. Existe uma pessoa chamada Moisés, que ainda não é muito conhecido, mas quem prova aprova! Eu por exemplo, sempre tenho em casa algum produto dele, é um delicioso quebra-galho que ADORO!

Já servi em aniversário, já levei para reunião de amigo oculto e não tem quem não goste.

Os produtos são os seguintes:

* Pasta de beringela;

* Tapenade (pastinha de azeitona preta, alcaparras, anchovas e outros ingredientes);

* Pesto de tomate seco;

* Pesto de manjericão;

* Relish (conserva de pepino) – ideal para cachorro quente.

Bom, tanto a de beringela como a tapenade são para comer com torradinhas, pãezinhos, etc., o pesto de tomate seco pode ser consumido como pastinha ou também, pode-se colocar em uma massa que fica ótimo. Já o pesto de manjericão pode ser consumido em uma salada, como por exemplo, com tomate e mussarela de búfala. Também fica ótimo quando colocado na massa (fria ou quente). Ou como cada um queira, claro!!

Eu sempre tenho na minha casa todos os produtos acima e faço as variações e invenções que quero. Os pestos rendem bastante, pouca quantidade na massa já é suficiente e não são caros. Aliás, nada é caro, acho o preço muito bom! Indico mesmo.

Acho legal também para dar de Natal, montar tipo um kit com pasta de beringela, tapenade e pesto de tomate seco com torradinhas. É uma ótima lembrança e não fica caro. Quem gostou da idéia, corre porque falta pouco para o Natal.

Essa é a minha dica de hoje, quem tiver interesse, o e-mail dele é: moises-szrajbman@uol.com.br

Ah, por enquanto é vendido apenas no Rio de Janeiro,ok??

domingo, 7 de dezembro de 2008

Que tal um Pic Nic??

Esse restaurante é uma graça em NY, uma amiga me levou e adorei!!! O nome é PicNic market e café e foi recomendado pelo guia Michelin 2007, 2008.

É um Bistrô francês, funciona a semana inteira e serve café da manhã, almoço, brunch no fim-de-semana e jantar.

Fui apenas no jantar e infelizmente só um dia, porque tinha tanto lugar para ir e tão pouco tempo que não pude repetir...

No jantar tem opções de entrada como sopas do dia (8 dólares), saladas diversas, steak tartare (16 dólares). Já nos pratos principais, tem pratos como Beef Bourguignon, com cogumelos, bacon e purê de batata (24 dólares), Lasanha vegetariana com pesto e salada verde (18 dólares), entre outros. Claro que fiquei na dúvida, optei pelo steak au poivre (steak com crosta de pimenta do reino), batatas fritas e salada verde (21 dólares). Estava excelente!! A pimenta estava um pouquinho forte, eu gostei, mas tem quem não goste.

No almoço é servido crepe de presunto e queijo gruyere; macarrão com queijo; massa ao pomodoro, todos com salada verde pequena por 11 dólares cada. Fora essas opções, tem sopa do dia (8 dólares), saladas, sanduíches com salada ou batatas fritas, como os frios (12 dólares) de peru com cheddar, os quentes (13 dólares) croque monsier (espécie de misto quente com creme de queijo gratinado). Tem ainda pratos como o roast chicken com espinafre e purê de batatas (18 dólares), steak com fritas, manteiga de alho com ervas e salada verde (19 dólares), omeletes com fritas ou salada verde (13 dólares) de queijo de cabra com espinafre, presunto com queijo gruyere ou cogumelos com ervas. Ou, pode-se optar por ovos em qualquer estilo, com bacon, fritas e baguete (10 dólares).

Bom, o restaurante é bem legal, com ótimo serviço, muito boa comida e muito bonito. E ainda tem um mercado com produtos artesanais e naturais, usados no restaurante, para quem quiser comprar e levar para casa. Quem for à NY e quiser conhecer, não vai se arrepender.

Fica na 2665 Broadway, entre 101 e 102, no lado oeste da rua. Site: www.picnicmarket.com

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Internacional que nada

Mais um tour gastronômico em SP e conheci um lugar sensacional, a Hamburgueria Nacional. O restaurante que ganhou Prêmio Gula 2006 e 2007 realmente faz jus aos prêmios.

O restaurante é lindo, bem amplo, com serviço muito bom, além da comida deliciosa. Estava tudo impecável quando fui.
A Hamburgueria possui saladas, como a Salada Nacional (trio de folhas verdes, radicchio, tomate cereja e aspargos); pratos leves, como o Atum Asiático (fatias de atum na chapa com gergelim, molho de shoyu e gengibre); beirutes, como o Shitake (cogumelos shitake, mussarela e rúcula); alguns lanches tradicionais, como cachorro quente, sanduíche de mortadela na chapa, sanduíche de pernil com molho acebolado com pimentão, entre outros sanduíches não tão tradicionais, como o Albacora (atum fresco ao molho teriyaki com rúcula). Ah, tem grelhados com saladas também.

Mas o melhor do restaurante são os hambugueres, que são assados. Só de pensar já fico com água na boca. A pessoa pode escolher entre o Super Burguer, que tem 350 gr. ou o Hambúrguer de 200 gr. Decidiu? Agora tem que escolher se quer simples, com crosta de pimenta do reino preta ou com manteiga de alho. O ponto da carne também é decidido pelo freguês.

Depois de decidir isso, pode também acrescentar queijo (cheddar, mussarela ou suíço), bacon, shitake, entre outros. E ainda tem os molhos para quem quiser, como o barbecue, maionese, etc. Todas essas opções são pedidas por fora.

Ainda não acabou, o lugar serve porções (meia ou inteira) que podem ser consumidas como acompanhamento dos pratos, como batatas fritas, rodelas de cebola frita, polenta frita e mandioca frita. Também tem frango à passarinho.

Bom, eu pedi meia porção de cebola frita que foi dividida, mas suficiente, hambúrguer com manteiga de alho, queijo suíço e shitake com molho barbecue. O shitake e o molho vêm em potinhos separados. Nossa, absurdamente divino! Um gostinho de alho suave, na medida certa. Tudo estava maravilhoso. Provei o hambúrguer com crosta de pimenta do reino, queijo cheddar e bacon, que também estava delicioso. O meu hambúrguer custou entre R$20 e R$30.
Fiquei tão satisfeita que não agüentei pedir sobremesa, mas para quem quiser se arriscar, tem: Brownie com sorvete de creme, taça Romeu e Julieta (Goiabada cremosa Ralston com sorvete de queijo mascarpone), salada de frutas, milk shakes diversos, entre outras.

Realmente, vale a pena provar!! A Hamburgueria Nacional fica na Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 822 - Itaim Bibi.Telefone: (11) 3073 0428. Funciona de domingo a quinta-feira das 12 às 24h e sexta e sábado das 12h às 02h. Site: http://www.hamburguerianacional.com.br/

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Unanimidade em NY

Essa é mais uma dica em NY. Um restaurante francês chamado Balthazar que de fato é unânime a opinião dos clientes, todos adoram! Tanto é assim, que o lugar vive cheio e com fila de espera. Deve-se reservar lugar.

O restaurante serve café-da-manhã, brunch, almoço, lanche, jantar e ainda tem after hours (para quem chegar após o horário do jantar). Ou seja, são vários cardápios, opções e preços diferentes.

Fui para jantar. E como todo restaurante, esse também serve entrada e prato principal, mas as entradas podem ser feitas de prato principal. Explico melhor, as entradas são bem diferentes das entradas do Brasil, são como pratos mesmo.

Eu por exemplo, comi um risoto de camarão maravilhoso (14,00 dólares o pequeno, 21,00 dólares o maior). Pedi o maior e a quantidade é bem satisfatória e esse prato é considerado entrada.

Fiquei com muita vontade de pedir a sopa de cebola gratinada (11,00 dólares), mas como não ia combinar com meu risoto de camarão, desisti. E já tinha devorado os pães do couvert, mais a sopa seria exagero mesmo.

O restaurante serve ainda de entrada pratos franceses conhecidos, como escargots com manteiga de alho (14,00 dólares), steak tartare (15,00 o pequeno, 24,00 dólares o maior), entre outros.

Já como prato principal, algumas opções são: pratos de frutos do mar, fettucini com cogumelos silvestres, queijo parmesão e mini espinafres (19.50 dólares), Steak au Poivre (Filé com pimenta do reino), com batatas fritas e espinafre (38.00 dólares), entre outros pratos.

A minha amiga comeu Moules Frites, que são mexilhões na própria concha, temperados, servidos com batatas fritas (21,00 dólares), a quantidade é bem farta e segundo ela, estava bem gostoso.

A carta de vinho e champagne é enorme e ótima!! Não resisti e pedi uma taça de vinho tinto (9,00 dólares o mais barato). Já a minha amiga foi de champagne.

Agora vamos às sobremesas!! Hummmm, divinas! Qualquer uma do cardápio custa 9,00 dólares. Confesso que fiquei em dúvida, pra variar. Algumas opções: Tarte Tatin (a famosa torta francesa de maça caramelizada), com creme inglês e sorvete de vanila, Bolo quente de chocolate com sorvete de chocolate branco, Crème brûlée, Profiteroles. Todas ótimas!!!

Quem for à NY não pode deixar de ir ao Balthazar, além de ser maravilhoso o lugar, antigo, bem típico francês, a comida é divina e o atendimento é ótimo!Fica na 80 Spring St, New York, NY. Telefone: 1 (212) 965-1414. Site: www.balthazarny.com

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

O irresistível Outback.

A minha intenção não é dar dicas de lugares tão conhecidos assim... Afinal, todos conhecem muito bem o Outback Steakhouse, e cada um tem seu prato preferido.

A cebola de entrada e a batata com queijo e bacon são básicas, não tem quem resista. E o pão preto quentinho, com manteiga branca, que agora é cortesia da casa também é clássico.

Quanto aos pratos, sempre alterno o meu pedido, mas fico nas mesmas opções:

- Ribs on the Barbie (costelinhas de porco), o molho, tenho preferido o Billabong, quem não conhece, vale a pena provar, e sempre peço para trocar a batata frita pela assada (Jacket Potato);

- The Mad Max, que é um cheeseburguer grande, de 150 gramas, com alface, tomate, cebola, picles, mostarda e batata frita, que também sempre troco pela assada.

Antigamente comia muito uma massa com camarões grelhados e cogumelos, mas houve uma alteração nesse prato e o atual Toowoomba Pasta, que leva camarões e champignons, servidos com fettuccine e molho C & S, não é a mesma coisa. Já provei e não gostei muito, prefiro pedir os pratos acima.

Agora quanto às sobremesas, acho que 90% das pessoas pedem o famoso brownie, que é delicioso, ah, sempre solicito calda extra... hehehe.

Mas, agora vem o motivo principal do meu post, o Cheesecake Olivia, com calda de raspberry ou caramelo. Bom, eu prefiro a de raspberry, é muito boa! Essa sobremesa é enorme, no estilo bem americano, não é enjoativa por não ser muito doce, é tudo na medida certa. Realmente maravilhoso!!! Vale a pena para quem gosta e também para variar um pouco. Provem!

No Rio de janeiro, o restaurante possui filiais na Barra (2), no Shopping New York e na Av. das Américas 6101 (a 1ª no Rio de Janeiro), em Botafogo (no Rio Plaza Shopping, antigo Rio off price), Rua General Severiano, 97, no Shopping Leblon, 4º andar, no Norte Shopping, na Tijuca, Av. Maracanã, 987 e em Niterói, na Rua XV de Novembro, 8.

O Outback Steakhouse possui filiais também em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Brasília e Goiás. Site: http://www.outback.com.br/.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Agradável Surpresa

Apesar de ser em Paraty, atualmente esse é um restaurante que considero muito bom. Conheci o Margarida Café no carnaval e todos que estavam comigo adoraram, assim como eu.

Agora, retornei à Paraty no Festival da Pinga e novamente fui com o grupo que estava comigo, éramos 12 e foi unânime, todos saíram satisfeitos do lugar.

O restaurante é enorme e muito bonito, bem agradável, com ótimo atendimento, sem contar o cardápio que é espetacular!! Foi bem difícil escolher o que comer, tudo parece maravilhoso, e, de fato é!



Já experimentei o couvert (R$15,90), que é servido com pães feitos lá mesmo e assados no forno à lenha, com variadas pastinhas, muito gostoso. Os pastéis também são ótimos, comi de camarão com catupiry (R$15,80 – 10 unidades) e pra falar a verdade não sou muito chegada em catupiry, mas no pastel estava muito bom.

Nas duas vezes em que fui comi o mesmo prato, falta de imaginação?? Talvez. Mas é tão delicioso que realmente não quis variar, apesar de ter ficado com vontade de provar outros pratos, preferi repetir, e só de pensar já fico com água na boca. Pedi um capeleti recheado (R$29,50), massa recheada com pato, gratinado com molho de cogumelos frescos. Hummm, é bom demais.

Já provei também o risoto de funghi com tiras de mignon (R$32,00), também é bom, mas o capeleti não tem igual.

Algumas pessoas que estavam no meu grupo pediram o Escalope Paulo Autran (R$34,90), que é mignon com molho negro, com risoto de cogumelos shimeji e shitake. Adoraram! Outro prato muito pedido também foi o Steak (R$33,90), que é miolo de picanha, com farofa, batata frita, arroz, molho barbecue e chimichurri (molho tradicional na Argentina e Uruguay, usado para fazer churrasco, à base de salsinha, alho, vinagre e azeite). Também estava bom, claro, é um prato mais simples, mas gostoso e bem servido.

Um casal pediu o ravióli de brie (R$29,00), que é a massa recheada com brie e pêra, gratinada com castanha de caju. Confesso que não gosto muito de nada desse prato, mas o casal gostou.

Outra massa pedida foi o tagliateli (R$29,80), com tiras de filé, tomate fresco, bacon e mussarela de búfala. Esse é um que fiquei na dúvida, parece muito bom e é, o casal adorou, pediram junto com o Escalope Paulo Autran.

Fora isso, o restaurante possui diversos outros pratos de carne e aves, peixes e camarões, massas e risotos, entradas, saladas e sopas. Tudo parece muito bom, e deve ser mesmo.

A casa possui também sobremesas muito boas, como profiteróles (R$14,50), petit gateau (R$12,80), pastel recheado com doce de leite e banana e ainda, uma bola de sorvete de canela (R$ 12,80), etc. E um cardápio de cafés especiais, como o mochaccino, que é café expresso, calda de chocolate e leite vaporizado e raspas de chocolate (R$5,20), podendo acrescentar chantilly (R$6,40), é muito bom! Ainda vem com uns biscoitinhos deliciosos.

A carta de vinho também é espetacular, a casa possui uma adega bem grande, deixando o restaurante ainda mais bonito. Tem vinhos da África do Sul, Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Portugal e Uruguai, bom não??

Quem for à Paraty, não pode deixar de ir no Margarida Café. Ah, tem música ao vivo.

Fica na Praça do Chafariz s/n. Telefone: (24) 3371-2441.
http://www.margaridacafe.com.br/

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O BOM E VELHO GUIMAS

Como havia dito, pensei em ir ao Guimas no meu aniversário e acabei indo mesmo... Resolvi comemorar essa data no restaurante da Gávea que prefiro ao de Ipanema, acho mais aconchegante, mais cara de bistrozinho. Além de ser o primeiro da rede.

O Guimas da Gávea foi aberto em 1981, então relativamente não é um restaurante tão antigo, mas, em uma cidade aonde todos os lugares abrem e fecham em um piscar de olhos, podemos dizer que é um restaurante que veio para ficar e conseguiu se manter muito bem por todos esses anos.

Para começar indico o couvert, que vem um patê delicioso, uma pastinha bem gostosa, azeitonas verdes, manteiga e cenoura crua. Cada pessoa escolhe um ou vários pães bem quentinhos, que são oferecidos pelo garçon dentro de um cestão. Sempre escolho o sacadura, um pão redondinho com casca. Custa R$ 9,50 por pessoa.

O restaurante oferece de entrada pastéis de queijo brie e de camarão, entre outros quitutes, mas sempre fico apenas no couvert.

De prato principal, tem peixes variados, carnes, aves, algumas massas e frutos do mar. Tudo parece e é ótimo!! O único prato que não indico é o risoto com cogumelos, é gostosinho, mas deixa a desejar.

Estava com vontade de comer peixe, então fiquei na dúvida entre um linguado com risoto de palmito e um cherne com aspargos frescos e purê de batata barôa. Optei pelo cherne, mas pedi para substituírem o purê por risoto de palmito. Estava bem gostoso, o prato vem farto. Aliás, todos os pratos são fartos.Minha mãe escolheu o mesmo prato, mas sem qualquer substituição e adorou o purê de batata barôa. Custa R$ 45,00.

Já meu pai, optou por um filé à milanesa em crosta de panco com salada de batata (R$34,70). A carne é enorme, do tamanho de um prato e é maravilhosa. Confesso que estava melhor que o meu peixe, muito saborosa mesmo. A casquinha é muito crocante. E para quem não come muito dá até pra dividir, é só pedir uma porção extra de salada de batata. Certamente, será meu pedido na próxima vez!


Quase nunca indico bebidas no meu blog, mas o Bloody Mary tem bastante saída e tem ainda uma bebida chamada Bull Shot, bem diferente, que não arrisquei provar, já meu pai adora. Acredito que seja um dos poucos lugares que servem essa bebida, que é feita com caldo de carne, pimenta preta, Worcestershire e Tabasco.

Já quanto as sobremesas, várias chamaram minha atenção, já provei o mil folhas que é delicioso, mas resolvi provar algo diferente, e pedi o pudim guimas, que é de chocolate meio amargo, acompanhado por um creme meio azedo. Fica divina a combinação!! Maravilhoso mesmo, de lamber a colher... Custa R$ 14,70, se não me engano.

Enfim, foi uma noite muito agradável. Como sempre o Guimas não me decepcionou, ao contrário, saí bem satisfeita!! É um dos meus restaurantes preferidos no Rio de Janeiro.

Ah, acho um lugar ótimo para ir a dois, mas como já disse, prefiro o da Gávea.

Gostou da dica?? Vale a pena para quem ainda não conhece e para quem conhece, ótimo para repetir.

Fica na Rua José Roberto Macedo Soares, 5. Gávea, Rio de Janeiro. Telefone: 2259-7996. Já o de Ipanema é na Rua Paul Redfern, 33. Telefone: 2529-8300.

domingo, 19 de outubro de 2008

Meu aniversário!!

Como alguns leitores sabem, dia 20 de outubro é meu aniversário, e por isso me ausentei um pouco, infelizmente estava com várias coisas para fazer e não consegui escrever nenhum post semana passada.

Ainda não decidi aonde jantarei para comemorar meu aniversário, mas o Guimas da Gávea é uma das opções. Adoro esse restaurante!!

Vocês têm alguma sugestão???

Depois escreverei sobre a opção escolhida para comemorar essa data que gosto tanto!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Melhor até que no Peru

Esse restaurante é mais uma dica de Maceió, terra maravilhosa! Sem dúvida sempre que visito a cidade, não posso deixar de ir pelo menos uma vez nesse lugar.

É de culinária peruana e acabou de ser premiado pela Revista Veja Maceió como o melhor da cidade, o melhor internacional (por unanimidade), o melhor pescado e o melhor para ir a dois. Sem contar o prêmio de chef do ano que Simone Bert recebeu.

E tenho que concordar que o Wanchako faz jus a todos os prêmios que recebeu, é realmente maravilhoso!! Fora que é um restaurante teoricamente novo, existe desde 1996. Atendimento muito bom e o lugar é uma graça.

De entrada indico Camaron em Conchas, que são Camarões servidos em conchas, no formato de leque, gratinados na manteiga. É divino!!

O restaurante oferece uma variedade enorme de cebiches e ainda, inúmeras entradas, como: Atum levemente assado c/ salsa de mel e gengibre, Filé de cordeiro na manteiga e alho, levemente picante, Polvo cortado em lâminas com salsa de azeitona roxa, Lulas crocantes servidas com salsa peruana, entre outros.


Como prato principal, o restaurante possui opções de pescados, camarões, carnes, massas, polvos e mariscos.

Algumas boas sugestões são: Filé de badejo com pesto de tomates ao forno, servido com uma pasta especial e camarões, Filé de peixe ao forno, com camarões grelhados e bolinhos de berinjela, Camarões ao creme, levemente picante, com tortinhas de abóbora e bananas verdes fritas, Talharim na manteiga picante com camarões ao creme da casa. Mas os que eu indico mesmo são: Arroz Don Manuel, que é um Risoto de polvo e camarão e o Filé de Robalo a Lo Macho, Filé de peixe grelhado com camarões ao forno, acompanhado de risoto de camarões. Esses dois pratos são espetaculares!!!

São poucas as opções de sobremesa, uma dica é o crepe de chocolate.

Quem quiser seguir a dica, o Restaurante Wanchako fica na Rua São Francisco de Assis, 93, Jatiúca, Maceió, Alagoas. Telefone: (82) 3327-8701. Site: www.wanchako.com.br

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Premiações - 6º Prêmio Rio Show de Gastronomia

Não sei se vocês viram os vencedores do 6º Prêmio Rio Show de Gastronomia, então vou listá-los para todos ficarem por dentro.


Restaurante: Gero e Olympe;

Chef: Claude Troisgros;

Novidade: Le Vin;

Francês: Olympe;

Italiano: D’Amici e Gero;

Português: Antiquarius;

Oriental: Azumi;

Árabe: Amir;

Peixes e frutos do mar: Satyricon;

Carne: Porção;

Salada: Celeiro;

Pizza: Capricciosa;

Café da manhã: Garcia e Rodrigues;

Drinque: Londra;

Suco: Bibi Sucos;

Entrada: Osteria Dell’Angolo;

Pé-sujo: Bracarense;

Pé-limpo: Jobi;

Tradicional: Nova Capela;

Moderno: Miam Miam;

Sanduíche: Cervantes;

Doce: Kurt;

Lugar para beber vinho: Expand;

Até R$40,00: Gula Gula;

Serviço: Gero.

E aí, vocês concordam com os vencedores?? Dêem suas sugestões!!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Um autêntico Francês no Caribe.

Depois de 2 anos sem férias, me dei o luxo de viajar para o Caribe a fim de descansar um pouco. Não imaginava que em uma ilha, não muito famosa, tinha tantos restaurantes bons. Fiquei deslumbrada!

Quem for para Antígua, não pode deixar de ir no Le Bistro. É um restaurante francês maravilhoso, de 1981, e todo dia está lotado, por isso é bom lembrar que deve-se reservar mesa.

No couvert é servido uma cestinha de pães, tipo francês grande, mas com a casca mais macia, um potinho com manteiga, outro com manteiga de ervas com alho e uma mini bruschetta de tomate. Muito bom!! E é cortesia do restaurante.Como a ilha é famosa também pelas lagostas, é claro que não poderia deixar de comer. Ainda mais no restaurante em que a lagosta é um dos melhores pratos. De entrada pensei em pedir a típica sopa francesa de cebola, mas como ia comer uma lagosta inteira, achei melhor esperar o prato principal.

Escolhi o prato que se chama: LA LANGOUSTE GRILLEE DE NOS ILES, que traduzindo é uma lagosta inteira grelhada com manteiga derretida. Pode ser manteiga comum ou de alho, escolhi a de alho e amei!!! Nossa, o prato estava excelente demais! A lagosta vem acompanhada de vegetais grelhados, que apesar de eu não ser fã, estavam bem gostosos. Custa mais ou menos 35 dólares.





Meu irmão pediu um peixe que para ele é o melhor prato do restaurante. É um linguado inteiro com molho de manteiga e limão. Também é acompanhado pelos mesmos vegetais que vêm na lagosta. Custa em torno de 45 dólares.

De sobremesa tem uma torta de banana muito boa e um bolo de chocolate com rum e sorvete de creme que também é ótimo!

Essa noite foi realmente espetacular! O restaurante é uma graça, o atendimento é ótimo e a comida excelente, não poderia ter sido melhor.

Antígua é uma ilha no Caribe, de colonização britânica, com 280 km2 que faz parte da nação insular de Antígua e Barbuda (cuja área total é de 442 km2). A maior cidade da ilha é Saint John's, que é a capital de Antígua e Barbuda. A população é de aproximadamente 68.000 habitantes. A ilha tem 365 praias, uma para cada dia do ano e é conhecida como : “A terra do mar e do sol”, frase que consta em todas as placas dos carros de Antigua. Parece bom, não?? Pois vale muito a pena conhecer.Quem por acaso for, não pode perder a minha dica. O restaurante fica na Hodges Bay, St Johns, Antigua. Telefone: 1 268 462 3881. Site: http://www.antigualebistro.com/. Funciona de terça à domingo, das 19hs até 1h da manhã .

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Um Bistrô nada Francês!!

Já tem tempo que não falo de SP, então resolvi indicar um lugarzinho que fui e gostei bastante.

O nome é Amsterdã Bistrô e Café, mas de Bistrô não encontrei nada, quem sabe da próxima vez...

O couvert é razoável, acho dispensável, pois apesar do pão ser bem gostosinho, o acompanhamento é apenas manteiga. Mas se estiver com fome, o pão irá supri-la.

No cardápio tem massas, crepes, quiches, saladas, tudo bem atraente, fiquei em dúvida entre vários pratos, mas gostei muito das opções que o restaurante oferece que são: grelhado com risoto ou grelhado com massa ou grelhado com salada.

Optei pelo grelhado com risoto, escolhi um linguado com risoto de pupunha, que estava delicioso, adorei o prato!!! Custa R$30,00 e fiquei bem satisfeita, a porção é bem boa.

Meu namorado escolheu um outro peixe com risoto de tomate seco que também estava muito gostoso, mas o linguado estava melhor.

Todas essas opções de grelhado com acompanhamento custavam, na época em que fui, R$30,00, e acho que vale muito a pena.

Infelizmente não agüentei comer sobremesa, ataquei os pães do couvert.

É um lugarzinho bem nos Jardins, muito agradável, bonito e bom atendimento.

Achei um excelente custo benefício!!

Quem quiser seguir a dica, o restaurante fica na Rua Mello Alves nº 506, Jardins, São Paulo. Telefone: (11) 3061-1676.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Crepe assim, só na França.

Para quem gosta de um bom crepe, não existe lugar melhor no Rio de Janeiro do que o Le Blé Noir.

O chef Alain Caro é Bretão e faz o típico crepe francês. Espetacular, aliás!!

A massa é fininha e crocante, pois é feita com trigo sarraceno, chamado de blé noir, é mais escuro que o trigo normal.

Devido ao seu sucesso, a creperia teve que mudar de lugar para ser ampliada, mas permaneceu na mesma rua e continua lotada.

No cardápio tem opções de recheio já montadas, mas tem também opções em que o cliente monta seu recheio. Explico melhor, tem uma lista de queijos e uma lista de diversos, como presunto, shitake, camarão, entre outros. Assim, a pessoa escolhe o queijo que preferir e outro recheio.

Eu particularmente prefiro montar meu crepe, e gostei muito da combinação shitake com queijo ementhal, é divino!!! Todos os crepes salgados, chamados de galette, são acompanhados por uma salada verde com molho de mostarda dijon, muito boa!!

Os pratos não são baratos, tem crepe de mais de R$40,00. Mas o que costumo fazer, e prefiro, é dividir um crepe salgado, e depois dividir um doce, saio bem satisfeita.

Na parte dos doces, indico um prato que vem trouxinhas de crepe, recheadas com sorvete de creme e uma calda maravilhosa de chocolate meio amargo, nossa, é bom demais!!! É de raspar o prato...

Acho uma experiência imperdível!! O lugar é agradável, simpático e o atendimento é bom. Os pratos são maravilhosos!

Ah, sempre tem fila, então se for, tenha paciência que valerá a pena.

Fica na Rua Xavier da Silveira, 19, loja A, Copacabana, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 2267-6969. Funciona a partir de 19:30 hs.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Pizza Paulistana faz sucesso com os cariocas!

Todo mundo sabe que as pizzarias de São Paulo são maravilhosas. Não que as do Rio sejam ruins, eu também adoro várias pizzarias cariocas, mas confesso que atualmente tenho gostado mais das pizzarias paulistas que fincaram a bandeira no Rio de Janeiro.

Uma delas é a Braz, muita famosa na terra da garoa e agora aqui também. Realmente faz jus à fama, é divina mesmo!!

O lugar é lindo e o atendimento é excelente. As pizzas então, nem se fala. Ah, a massa é grossa.

De entrada tem um pão de calabresa muito bom, é enorme, ótimo para beliscar com várias pessoas, custa R$9,50.

Já as pizzas, indico a Caprese, que leva mussarela, fatias de tomate e de mussarela de búfala, manjericão e pesto de azeitonas pretas (na verdade é de azeitona roxa, mas eles chamam de preta). É espetacular!!! Sem dúvida é a minha predileta. A média custa, se não me engano R$44,50, a grande custa um pouco mais, não muito. A média não é individual.Outra muito boa é a Maçarico, que leva lingüicinhas defumadas, pimenta e cebola. Não sou fã de cebola, mas nessa pizza ficou ótima. As fatias bem fininhas e o gosto não fica forte. Essa pizza, assim como algumas de São Paulo, vem sem queijo, então, recomendo pedir com queijo, paga-se um pouco mais, mas vale a pena. Acho que custa o mesmo preço da Caprese.

Já comi também a Portuguesa, com presunto, ovos cozidos, cebola e azeitonas pretas, é gostosa, mas comum. E a Margherita é simples, mas é muito boa, para quem não quiser arriscar algo diferente e bem mais barata, custa menos de R$40,00 a média.

Para beber indico o suco de tangerina (R$6,00), é bem gostoso.

Quem quiser seguir minha dica, a Braz fica na Rua Maria Angélica, nº 129, Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Telefone: 2535-0687. A pizzaria entrega em casa.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Vale a pena Degustar!!

Nesse próximo fim de semana, nos dias 26 e 27 de setembro vai acontecer o Degusta Búzios, que como o nome já diz, é um festival de degustação, e digo logo, é muito bom!!

Essa é a 3ª edição e reunirá 38 restaurantes localizados na Rua das Pedras, Orla Bardot e Rua Turíbio de Farias.

O tema dessa edição é: "Sabor Saudável". O esquema é o seguinte: você pode fazer a degustação dos pratos dos diversos restaurantes, que montam suas barracas nas ruas e oferecem entradas por R$5,00 (cinco reais), pratos principais por R$10,00 (dez reais) e sobremesas por R$5,00 (cinco reais).


Vai acontecer também, pela primeira vez, um Concurso de Novos Talentos, que irá apresentar o chef revelação de Búzios. Certamente será uma disputa difícil, considerando que estarão presentes na mesa de jurados os chefs: Andréa Tinoco, Felipe Bronze, Silvana Bianchi, Flávia Quaresma, entre outros.

Após a disputa, vai ter, no mesmo espaço, palestra e talkshow com profissionais da área.

Alguns importadores também participarão servindo vinhos e espumantes nacionais e internacionais, de safras consagradas.

Quem quiser dicas de pousadas é só pedir, conheço algumas de lá.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Uma noite bem mais ou menos!

A matéria de hoje é sobre um lugar que não indico. Pois é, também faço críticas, apesar de preferir escrever sobre o que indico, que é o intuito maior do meu blog.

O lugar se chama Banana Café, fui com a intenção de relembrar os tempos de Gatopardo, entretanto a noite se resumiu em mais ou menos.

O famoso pão de queijo estava bom, os pasteizinhos também estavam bons, a pizza é boazinha, mas com tantas maravilhosas que existem hoje em dia, não perderia tempo.

Mas o que achei pior do restaurante é a consumação mínima de R$ 40,00 (quarenta reais), cobrada no lugar, pelo menos no dia em que eu fui era assim, corrijam-me se estiver errada.

Realmente não gosto dessa exigência de consumação mínima. Mesmo que a pessoa gaste isso em um jantar, acho chata a obrigação.

Assim foi minha noite bem mais ou menos, em que o que comemos era bom, mas nada sensacional, todos que estavam comigo saíram do Banana Café um pouco decepcionados.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Photochart – Uma excelente opção para qualquer hora.

Mais uma dica de restaurante no Jockey Club, mas bem diferente do post do Complexo Gastronômico.

Esse restaurante fica logo na entrada principal da rua Jardim Botânico, tem uma vista linda do jardim e ainda o direito a ver o desfile dos cavalos antes das corridas.

O lugar é lindo, bastante agradável e o serviço muito bom. A comida é bem gostosa.Para começar indico o couvert que vem uma cesta de pães com torradas e pizza branca, potinho com manteiga, com pastinha e uma berinjela temperada. Vem ainda um pratinho com mini quibes e mini croquetes. E para completar polvo à vinagrete. Humm, delícia! Não recordo o valor, mas não é caro.O restaurante possui várias opções de massas e frutos do mar, algumas de aves e carnes. Fiquei com vontade de provar o Escalope ao Poivre vert, que é com molho de pimenta verde acompanhado de risoto de funghi.

Outro prato que me deu vontade foi o Ravioli de Haddock, com molho de alho poró. E também o Peixe a Cecília, grelhado, ao molho manteiga e salsa, aspargos, parmesão, com creme de espinafre.

O Haddock é um peixe da família do bacalhau que se alimenta no fundo do mar. É branco e muito saboroso.

São tentadoras as opções, mas acabei escolhendo o arroz de pato, feito com arroz arbóreo. O prato é farto e como já tinha abusado do couvert, acabei dividindo e foi suficiente. Estava divino!! Certamente terei que voltar algumas vezes pra provar outros pratos.

Infelizmente não agüentei comer sobremesa. Ah, vale a pena pedir um cafezinho, vem com biscoitinhos e um potinho com trufas bem gostosas!!

Quem quiser seguir a dica, o restaurante Photochart fica na Praça Santos Dumont, nº 31, Gávea, Jockey Club Brasileiro, Rio de Janeiro, RJ. Telefone: (21) 2540-7932. Site: www.photochart.com.br

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

O melhor do Siri é o camarão.

O lugar se chama Siri, sendo que a filial da Barra chama-se "Siri da Barra". Apesar do nome, certamente o camarão que brilha, mais especificamente o risoto de camarão.

Explicando melhor o risoto não é o verdadeiro risoto italiano, como uma boa apreciadora da culinária italiana eu chamaria o prato de arroz de camarão, mas se você for no restaurante Siri, o nome certo é risoto.

Quando digo que esse prato é o que brilha no lugar, é porque 9 entre 10 mesas pedem o tão famoso risoto de camarão. O prato tem 2 tamanhos para escolher: pequeno e grande. O pequeno (+/- R$55,00) serve 3 ou 4 pessoas bem; mas bem mesmo. A porção é realmente enorme. Muito caprichado e com mais camarão que arroz, sendo que os camarões são grandes. É realmente delicioso, não tem quem não goste!!
De entrada indico o pastel também de camarão (R$2,40). Vem com alguns camarões de bom tamanho e um molhinho bem leve que não tira o sabor do camarão. Hummm, é bom demais!!

O restaurante é especializado em frutos do mar. De entrada além do pastel indicado tem de siri também e queijo. Outras opções são: casquinha de siri, bolinho de bacalhau, camarões variados, patinhas de caranguejo,...
Já nos pratos, o lugar serve outros risotos, como de frutos do mar, siri, bacalhau, polvo ou lula. Diversas opções de peixes, algumas de bacalhau, lagosta, polvo, lula, camarão e fritada.

Mas, para agradar quem não come frutos do mar, a casa também serve picanha, contra-filé, filé mignon e pizzas. Não sei se são bons, mas os poucos que passaram por mim estavam bonitos.

Bom, o lugar é simples, com papel em cima da mesa, mas isso é o de menos. Vale mesmo a pena provar o pastel e o risoto de camarão. Ah, quase todos saem do Siri com quentinhas, já é de praxe isso, pela quantidade das porções.

Quem quiser provar, os endereços são:
Barra - Praça Euvaldo Lodi, 65, Jardim Oceânico (em frente à Igreja de São Francisco de Paula). Telefones: 2494-0816 / 2495-5607.

Vila Isabel – Rua dos Artistas, 2. Telefone: 2208-6165.

Ilha do Governador – Praia do Galeão, n. 1. Telefones: 2462-1962/2462-0436.

Nova Iguaçu – Avenida Dr. Salles Teixeiras, número 20. Telefone: 3773-4655.

Site: www.restaurantesiri.com.br

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Vai um pepino aí?

Eu poderia ficar horas contando a história do Carnegie Deli em NY, que é único e altamente requisitado. Conhecido por muitos famosos que vão lá freqüentemente, que é facilmente percebido pela quantidade de fotos nas paredes. Já foi cenário de filme do Woody Allen.

Trata-se de uma deli com restaurante. As mesas são comunitárias, daquelas compridas, bem grandes para 10 pessoas. Nem todos gostam desse esquema, mas é realmente imperdível.

Para começar, o couvert (acho que pode-se chamar assim) é pepino em conserva, vem um pratinho com alguns para se comer com a mão mesmo. Diferente? Bastante, mas todos adoram e devoram os pepinos tão famosos do lugar! E o melhor... é de graça!!

Tudo no restaurante é diferente e abundante. O cardápio é vasto e acredito que tudo deva ser divino.

Mas na minha opinião, o melhor do lugar é o sanduíche de pastrami (13,95 dólares), que é enorme e não economizam no recheio. É difícil até para comer. Caso queira dividi-lo com alguém, é cobrada uma taxa de 3 dólares. As opções de sanduíche são diversas. Outro que é muito pedido também é o de salmão (16,95 dólares), também com bastante recheio.


O restaurante ainda serve sopas. Uma que é muito pedida é a Borscht (6,95 dólares), de beterrada, quente ou fria, com ou sem creme-de-leite, é bem gostosa!

Tudo é famoso lá, até mesmo as pessoas que vão, qualquer coisa será uma boa pedida.

Recomendo também a cheesecake, que e a melhor do mundo! Tem de blueberries ou cherries (8,95 dólares), tem de morango (9,75 dólares) entre outros sabores. É enorme, assim como tudo do Carnegie.

Quem for à NY e quiser conferir esse lugar tão famoso, o Carnegie Deli fica na 854 Seventh Avenue, com 55 th, 10019, NY. Telefone: (800) 334-5606. Site: http://www.carnegiedeli.com/

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Lanche nada Básico

Essa é uma dica simples de um lanche muito bom e diferente no Shopping Leblon. O lugar se chama Focaccia e oferece sanduíches feitos com a própria focaccia.

É uma loja pequena no quarto andar do shopping e normalmente está com as poucas mesas ocupadas. A sorte é que na praça de alimentação tem muita mesa!

Bom, são várias opções de sanduíches, sendo o carro chefe, a Focaccia. Cada um tem um formato e tamanho diferentes. O pão vem bem quentinho, é uma delícia!!

O que eu mais gosto é o Firenze, com pastrami e mostarda dijon. Acho que custa R$10,00. Ah, sempre peço um potinho com mostarda extra, fica melhor.

Gosto também do Camogli (R$11,50), com presunto, mozzarella, tomate e orégano. Tem outro chamado Capri (R$14,00), com mozzarella di bufala, tomate e manjericão, que também é bem gostoso.

Fora esses, o lugar oferece uma opção com peito de peru, mozzarella, tomate e rúcula. Outro de salmão, cream cheese e alface. Ou seja, opções não faltam, mas fica a dica do que eu mais gosto!!

Outro fato positivo é que a loja oferece taca de vinho, que custa R$10,00 o branco e R$12,00 o tinto.

Ah, o tiramissu e bom também!


Focaccia e um tipo de pão italiano com massa fina, parece com a massa da pizza. Alguns lugares fazem com alecrim, outros com sal grosso, tem também simples, acompanhada de molho de tomate, etc., de qualquer forma eu gosto muito.



Vale a pena comer enquanto espera a hora de ir ao cinema.

Quem quiser provar, a Focaccia fica no Shopping Leblon – Av. Afrânio de Melo Franco, 290, loja 405 G, Leblon, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 3875-3264.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Longe, porém perto do social!!

Não sou fã de restaurante japonês, acho que alguns já perceberam pela inexistência de matérias sobre tal culinária.

Na verdade eu não curto comida crua, qualquer tipo, desde carpaccio até peixes crus. Porém, gosto muito dos demais, cogumelos, harumakis, tempuras, yakissobas, sunomono, espetos,...

Por isso, acabo freqüentando muito os restaurantes japoneses e confesso que como bastante.

Conheci o SushiMar quando morava na Gávea, era um restaurante pequeno no baixo gávea, em que minha família sempre pedia para entregarem em casa, eu comia yakissoba, meu irmão pedia os crus e adorava!

O restaurante foi ampliado e todo reformado, atualmente está uma graça, além de ficar longe da multidão do baixo gávea, mesmo estando ali pertinho...

Da última vez em que fui, combinei com uma amiga que adora comida japonesa (mas ela curte os crus mesmo) porque ela ia viajar, então resolvemos sair e conversar um pouco.

O cardápio é muito bom, bem variado e achei os preços bons. Ah, o restaurante possui rodízio (não é todo dia), mas infelizmente não estava com tanta fome no dia.

Fiquei bem indecisa na hora de escolher o prato, mas acabei optando por um risoto de shimeji (cogumelo), que estava maravilhoso, muito bom mesmo. É bem saboroso e a quantidade é ótima. Até a minha amiga achou melhor que o pedido dela. Essa é a minha dica para quem for ao restaurante.

Bom, o SushiMar possui pratos especiais, sushi, sashimi, makimono, entradas variadas, saladas, espetos, combinados, temaki, grelhados, tempura, yakissoba e diversas sobremesas, como harumaki de banana com sorvete, frutas carameladas, etc.

Vale a pena conferir! Para quem preferir fazer um social no baixo gávea depois, aconselho ir em uma quinta-feira.

O restaurante fica na Rua dos Oitis, 6, lojas D e E. Funciona de segunda à sexta de 12:00 às 24:00 hs., sábado de 13:00 às 00:30 hs. e domingo de 12:30 às 23:30 hs. Site: www.sushimar.com.br.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Folia Gastronômica


Paraty está investindo no turismo e por isso, crescendo cada vez mais. A cidade é uma graça, com calçamento de pedra, casinhas lindas, igrejas... resumindo, é uma cidade histórica.

Com diversas pousadas, restaurantes, passeios, certamente é um lugar imperdível!

Diversos são os festivais que a Cidade de Paraty está promovendo, como a FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, Festival da Pinga, Folia Gastronômica, entre outros.

Estive recentemente no Festival da Pinga, que foi ótimo, tirando a chuva que acaba com qualquer diversão. Realizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Turismo e Cultura, com apoio dos alambiqueiros, o Festival em si foi muito bom. Com diversas barracas das fazendas promovendo suas cachaças, shows, uma programação extensa. Eu nunca tinha ido e gostei bastante!!

Mas o assunto do post de hoje é a Folia Gastronômica, que também nunca fui, infelizmente não sei como funciona, mas posso afirmar que os restaurantes de Paraty são maravilhosos, então, certamente a Folia também será!

A Folia Gastronômica acontecerá esse ano, de 1 a 30 de novembro. A programação ainda não foi divulgada. Vale a pena acompanhar pelo site www.paraty.com.br.

Se alguém já foi, por favor, me diz como é!!

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Comer bem com um bom social

Apesar de carioca, não costumo freqüentar muito o baixo gávea. Não que eu não goste, mas é falta de costume e preguiça. Confesso que também não sou muito chegada à multidão e o BG está sempre lotado.

Mas, é um excelente lugar para encontrar gente, ver, ser vista e comer bem.

Não costumo ir ao Braseiro da Gávea para comer, apesar de diversas pessoas sempre o elogiarem muito. Hoje me arrependo de ter demorado tanto para conhecer as deliciosas comidas de lá. Certamente serei freqüentadora assídua agora.

Fui em uma comemoração de aniversário de uma grande amiga, logo depois do trabalho. Estava realmente com muita fome, assim como uma outra amigona. Resolvemos então, dividir um prato, que três, talvez quatro, comem tranqüilamente.

Depois de muita dúvida (todas as opções são ótimas), escolhemos a Picanha ao Braseiro (R$52,00), que vem com arroz de brócolis, batata frita e farofa de banana e ovo. Uma delícia, excelente! Tudo estava muito bom, comemos muito e ainda sobrou bastante.

São diversas variedades de picanha, na verdade o que varia são os acompanhamentos. Tem também churrasco, que vem contra-filet, galeto, lombinho e lingüiça com acompanhamentos. Algumas opções de contra-filet, filet-mignon, brochete de filet-mignon, entre outros. No Braseiro também tem peixes, galetos e lingüiças, que são vendidas individualmente, passando no espeto pelo salão. Hummm, é bom demais!

Indico muito o prato que comi saboreando! Mas, tenho certeza de que tudo é divino no Braseiro da Gávea, que está sempre lotado e com muito chopp circulando. Aconselho chegar cedo para conseguir pegar mesa.

O Braseiro da Gávea fica na Praça Santos Dumont, 116, Gávea, Rio de Janeiro. Telefone: (21)2239-7494. Site: http://www.braseirodagavea.com.br/

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Água que passarinho não bebe.

Não parece mas eu adoro bar, gosto muito mesmo, as comidinhas são maravilhosas. Então, enquanto as pessoas decidem ir para beber, eu só fico pensando no que comer.

Mas essa regra muda quando se trata da Academia da Cachaça. Pois é, eu adoro cachaça, e o cardápio de bebidas desse lugar é vasto, além das comidas serem muito boas também!

Foi inaugurada em 1985, em um lugar pequeno no Leblon, mas o sucesso é tão grande que quando surgiu uma oportunidade, o espaço foi ampliado em 2006. Fica sempre cheio. É difícil arrumar mesa porque as pessoas ficam horas bebendo, beliscando e batendo papo.



Na parte dos petiscos gosto muito de pedir um combinado que vem bolinha de carne, bolinho de mandioca (aipim) recheado com queijo e bolinha de queijo (R$17,80). É muito bom mesmo, o melhor é o bolinho de mandioca, o queijo vem bem derretido dentro, é maravilhoso! Não é barato, mas a porção é boa.

Outro petisco bom também é o pastel, tem também um combinado que vem pastel de camarão e pastel de queijo (R$17,80). Claro que pode pedir separado também, assim como os bolinhos que falei acima, mas eu prefiro pedir o combinado para ficar um pouco variado.

Tem também carne de charque (carne seca) ou carne de sol com farofa e manteiga de garrafa derretida. Nossa, é bom demais, um pouco calórico, mas, um dia não faz mal.

Já na parte dos pratos, indico o escondidinho, certamente é o carro chefe da casa, e é muito bom mesmo, faz jus à demanda. Tem quatro opções: carne de charque desfiada, truta desfiada, frango desfiado ou camarão, todos com purê de aipim e requeijão gratinado. A casa oferece também uma versão light, mas nunca provei. O meu favorito é o de carne de charque desfiada (R$18,80), que aliás é o único que já provei de lá e sempre peço. É tão bom que não tenho vontade de provar outro.

Agora vamos às sobremesas, tem bolinho de chocolate quente com sorvete de creme, bolinho de tapioca com coco, açúcar e canela, e torta quente de queijo com goiabada. Só provei a torta quente de queijo com goiabada que é bem gostosa.

Quanto às bebidas, sempre bebo uma cachacinha, mas tem também as batidas que são boas (indico a de pitanga - R$5,00),caipirinhas, bebidas diversas e algumas criações do bar (já bebi a coco geladinha, que vem coco, cachaça e água de coco, é boa, mas um pouco enjoativa).

Gosto bastante da Academia da cachaça, é muito bom para ir com os amigos, sem hora para ir embora.

Fica na Rua Conde de Bernadotte, nº 26, telefones: (21) 2529-2680/ (21) 2236-1542.
Tem uma filial na Barra da Tijuca, no Condado de Cascais, Av. Armando Lombardi, 800, loja 65-L. Telefones: (21) 2492-1159/ (21) 2493-7956. Site: http://www.academiadacachaca.com.br/

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Divina e espetacular gula!

Este post é em homenagem à minha família, especialmente à minha prima Amanda, que faz aniversário hoje e aos amigos de Maceió. Durante algum tempo visitei esta cidade maravilhosa, permanecendo em média 1 mês por ano. Quem conhece sabe que realmente Maceió é uma cidade linda demais e o pessoal é muito acolhedor. Quem não conhece, deve conhecer porque é espetacular.

Dessa forma, acabei conhecendo muitos restaurantes bons. Alguns são paradas obrigatórias, sempre vou quando estou em Maceió.

Um dos que eu mais gosto é o Divina Gula, que faz jus ao nome. A história do lugar é bem interessante. Quando foi criado, começou bem pequeno vendendo espetinhos, caldinho de feijão, cachaça e cerveja, mas o sucesso foi tão grande que os donos foram ampliando cada vez mais e atualmente o restaurante é enorme e muito agradável. Ah, os donos são mineiros, conseqüentemente a comida é mineira com adaptações à culinária alagoana.
Se eu fosse listar todos os pratos bons de lá, certamente não caberiam em um post só, porque tudo é muito bom, dos petiscos até as sobremesas, passando também pelas bebidas, que como todo lugar mineiro, tem excelentes cachaças e por um preço muito bom.

Bom, na parte dos petiscos, o caldinho de feijão é delicioso, a carne de sol também, é descansada no leite, frita e acebolada, acompanha macaxeira frita (aipim frito). Para quem gosta de lingüiça, as opções são excelentes, tem vários tipos, como de cordeiro, de pernil, comum, entre outras. Gosto muito de uma lingüiça que é a lingüiça caseira com pão e mussarela (lingüiça em rodelas com tomate, mussarela, regada no azeite e orégano), é muito boa!

Sempre peço também o queijo trancinha na chapa, que é o queijo mussarela em forma de trança, com bacon grelhado, acompanhado de pão de alho, humm, é bem gostoso.

Outro petisco que gosto muito é o bolinho caipira, que é bolinho de macaxeira, recheado com carne de sol desfiada e queijo coalho, é divino!!

Já na parte dos pratos, adoro a carne de sol de picanha, é bem macia, descansada no leite, acompanhada de macaxeira cozida, arroz, feijão tropeiro, vinagrete e farofa, vale a pena experimentar mesmo. Tem outros tipos de carne de sol, mas essa para mim é a melhor. Fora outros pratos mineiros também que são muito bons.

O restaurante oferece pratos de frutos do mar também, espetinhos diversos, grelhados, entre outros. O cardápio é bem vasto e garanto que tem opções para todos os gostos.

Claro que as sobremesas não ficam atrás não, são divinas, como bem lembra o nome do restaurante. Doce de leite, pudim de leite, compota de goiaba são alguns dos doces da casa, indico um que é maravilhoso e diferente, que é queijo coalho com mel de engenho e sorvete de tapioca, é uma delícia. Mais dicas? Esperem o próximo post!!!

Quem quiser provar essas maravilhas, o restaurante fica na Av. Eng. Paulo Brandão Nogueira, 85, Jatiúca, Maceió – Alagoas. Telefone: (82) 3235-1016. Site: www.divinagula.com.br.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Miam Miam - Lugarzinho diferente

Há muito tempo queria conhecer o famoso Miam Miam, que tanta gente já tinha me falado. O restaurante é de comida contemporânea e já recebeu vários prêmios, como chef revelação, melhor lugar para ir a dois e melhor restaurante moderno.

Como sempre foi muito elogiado, resolvi conferir e confesso que o restaurante faz jus aos prêmios recebidos bem como a todos os elogios das pessoas.

O lugar é bem diferente, digamos que é original. Funciona em um casarão de 1890, em que os móveis são todos diferentes e estão à venda. Os garçons são simpáticos, mas às vezes meio confusos pela quantidade de gente na fila de espera. Pois é, está sempre cheio, e como o espaço não é grande, a fila de espera é demorada. Bom sinal, lugar cheio normalmente é bom! E nesse caso, realmente é muito bom!!Éramos 5 pessoas e como ia demorar muito para conseguirmos uma mesa, acabamos sentando em um dos sofás da entrada com uma mesa comprida e baixinha. Lá ficamos até o final da noite.

O cardápio é excelente, bem variado, com entradas, saladas, pratos principais do mar, pratos principais da terra (como são chamados no restaurante) e sobremesas. A parte de bebidas também é extensa, fiquei em dúvida entre vários drinks.

Decidimos pedir apenas entradas, e já começou a dúvida pois todas são maravilhosas. Pedi Bruschettas de tomate confit com pesto (molho de azeite com manjericão) e tapenade (já explicado no post do Boox), Rolinhos de Rosbife com rúcula e parmesão em azeite de ervas e lulinhas grelhadas com geléia thai e torradas de ciabatta. As entradas, na época, não ultrapassavam o valor de R$20,00. Para mim, a melhor foi a bruschetta, é sensacional, muito gostosa mesmo.

Mas foi muito difícil escolher, gostei do creme de cogumelos frescos em lascas de pastel, das trouxinhas fritas de pato com caramelo de laranja, e dos bolinhos de carne com molho de mostarda e molho picante de tomate. Dentre todas, escolhi as bruschettas, e não me arrependi mesmo...

Quando acabamos as entradinhas, novamente veio a dúvida, qual sobremesa pedir? Tudo bem, sou muito indecisa, mas com um cardápio tão vasto e bom, é impossível se decidir rápido. Optei pelos mini churros com calda de doce de leite. Nossa, é excelente!! Vem os mini churros em um lado do prato e a calda de doce de leite do outro lado. Os churros são crocantes por fora e macios por dentro, bem leves, e a calda de doce de leite vem no ponto certo.

Já nas bebidas, depois de muito pensar, escolhi o Morango com Paixão, que é a vodka absolut apeach, morango e maracujá, estava boa, mas não escolheria novamente.

Certamente é um restaurante para ir e voltar várias vezes, com o objetivo de provar todos os pratos do cardápio. É o que pretendo fazer. Da próxima vez, vou pedir entrada, prato principal e sobremesa, que tenho certeza que nada vai me decepcionar.

O restaurante fica na Rua General Góes Monteiro, 34, Botafogo, Rio de Janeiro. Telefone: (21)2244-0125. Site: www.miammiam.com.br

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Mercado Municipal - ELÍDIO BAR

Depois de algumas idas para São Paulo, finalmente conheci o Mercado Municipal. Um programinha bem legal e diferente, vale a pena. Não imaginava que ficava tão cheio, foi inclusive difícil arrumar vaga para estacionar.

Enquanto passeava pelos corredores do Mercado, os pastéis chamaram a minha atenção, aumentando a minha fome. Resolvi então ir ao andar de cima para sentar em algum lugarzinho para comer.

O mezzanino estava lotado, com várias pessoas esperando uma mesa em cada "box", pois é, no Mercado Municipal os lugares são divididos em boxes. Como eu não conhecia nada, fiquei esperando uma mesa no Elídio Bar, que é muito famoso, sendo a matriz na Mooca.

Comecei com pastel de camarão (R$8,00). Bem gostoso, com bastante recheio e enorme. Depois resolvi provar o bolinho de bacalhau (R$4,00), que deveria se chamar bolão de bacalhau. Também é muito bom, mas preferi o pastel.

Meu namorado comeu bolinho de bacalhau e o bolinho do Elídio (R$3,00), é uma espécie de croquete com queijo ralado em cima, bom também, mas o de bacalhau é melhor.

Depois fomos para os sanduíches, eu e um amigo comemos o Jacaré (R$11,00), de filé mignon com queijo mussarela, vinagrete e batata frita. Pedimos o vinagrete separado. O sanduíche estava maravilhoso, vem no pão francês, com o filé mignon bem macio e o queijo bem derretido, hummm...Meu namorado e mais um amigo pediram sanduíche de mortadela, o do meu namorado era com queijo (R$8,50) e o do amigo sem queijo (R$8,00). Estavam muito bonitos os sanduíches e com bastante recheio, foram aprovados! Como vem muita mortadela, acho que fica melhor com queijo para não ficar enjoativo.

Nesse lugar também tem pratos de peixes, carnes, aves, uns pratos diferentes (como joelho de porco com lingüiça branca e salsicha, chucrute, batatas cozidas e arroz), tem caldos, bolinhos, pastéis, sanduíches e acepipes no balcão, que a própria pessoa monta o prato com o que quiser e é vendido a peso.

Saímos bem satisfeitos do lugar!

Quem quiser conhecer, o Elídio Bar fica no segundo andar do Mercado Municipal, que está localizado na Rua da Cantareira, 360, box 7. São Paulo - Telefone: (11) 3228-7570.
E o da Mooca fica na Rua Isabel Dias, 57. Telefone: (11) 2966-5805/ (11) 2121-3097.
Site: http://www.elidiobar.com.br/

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Paris 6 - O bistrô 24 horas em São Paulo

Para começar eu adoro comida francesa, isso já me animou ir ao Paris 6. O restaurante é uma graça, fica num local ótimo e funciona 24 horas. Não podia ser melhor!

Conheci o bistrô quase sem querer. Deparei-me com o lugar quando já era mais de meia-noite e quase todos os lugares já estavam fechados ou prestes a fechar, por isso resolvi experimentar.
O couvert é bem gostoso, vem uma cestinha de pães variados e quentinhos acompanhados com manteiga, azeitonas verdes temperadas e patê (que varia diariamente). Custa R$9,00.

Na primeira vez comi, como prato principal, Croûte Fromage Dans Le Pot, que é um pão especial com creme de cogumelos e queijo ementhal gratinado (R$38,00), maravilhoso!!! Muito saboroso mesmo e ainda dá para dividir para duas pessoas.

Gostei tanto do lugar que resolvi voltar um outro dia para almoçar. Também foi ótimo, mas eu ainda prefiro ir à noite. Desta vez, comi uma massa com cogumelos e meu namorado um peixe com molho de camarão com alcaparras acompanhado de purê de batatas. O meu prato estava bom, mas o dele estava bem melhor. Adorei o purê! Ah, o cardápio varia para almoço e jantar.

Na última vez em que fui, tinha almoçado tarde e estava sem muita fome, mas como já era de madrugada e não tinha nada para fazer, resolvi ir novamente ao Paris 6, com o intuito de me deliciar com o couvert e tomar uma sopa. Foi o que fiz, escolhi a típica sopa francesa de cebola, que vem com pedaços de cebolas, um caldo bem escuro, muito saboroso, uma fatia de pão e queijo ementhal gratinado em cima. Meu namorado escolheu uma sopa de batatas com queijo ementhal. As duas estavam divinas, mas a de cebola é melhor!! Ótimas para o final da noite, completando um dia excelente. As sopas custam R$19,00.

O cardápio é bem variado, tem diversas entradas, pratos de carne, frutos do mar, o famoso croque monsier, omeletes, quiches, saladas, entre outros.Vale muito a pena conhecer! A decoração é uma graça, atendimento muito bom, além de sobremesas muito boas. A carta de vinhos é ótima!!

Nas três vezes em que fui, o restaurante estava bem cheio, tanto de casais como grupos bem grandes. Impressionante! Não imaginava ver tanta gente chegando em um restaurante às 3 horas da manhã. Mas no Paris 6 é assim, não importa a hora, todos são muito bem recebidos.

Quem gostou da idéia, o Bistrô Paris 6 fica na Rua Haddock Lobo, 1240. Telefone: (11) 3085-1595.

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Boox - Restaurante e Lounge

Com essa febre de restaurante contemporâneo, resolvi conhecer mais um com essa culinária variada (explicado no post no Alucci Alucci).

Optei pelo restaurante/lounge chamado Boox, em Ipanema. No andar de baixo funciona o restaurante, bem bonito, amplo e com um serviço excelente. Já em cima, o lounge, chamado de Studio Boox tem uma entrada diferente do restaurante. Melhor assim, afinal, para uma quarta-feira, até que tinha bastante gente indo para o tal Studio.

Fui com uma amiga que também nunca tinha ido ao lugar. Como sempre, eu já havia entrado diversas vezes no site do restaurante e visto o cardápio, para não ficar com tanta dúvida na hora.

Bem, para começar, o couvert é uma delícia. Vem vários palitinhos de sabores variados, com um potinho de azeite especial outro com manteiga diferente, um maior com uma pastinha de tomate seco e outro com tapenade (originária do sul da França, é uma pastinha de azeitona preta, alcaparras, anchovas e outros ingredientes). Tudo estava ótimo, mas a tapenade foi a minha preferida! O couvert custa R$7,00 por pessoa.

Me interessei muito por uma entrada, mix de bruschetta, (R$14,00), que vem com tomate concassé, caponata com ricota aromatizada, muzarella, funghi e camarão, mas como já tinha devorado o couvert, resolvi deixar para a próxima.

Dessa vez escolhi uma massa e consegui variar um pouco, não comi cogumelos! Pedi o Ravioloni di Burrata, (R$36,00), que é uma massa recheada de burrata com molho de tomate fresco e manjericão. O recheio é farto e delicioso. O molho de tomate também estava divino, com pedacinhos de tomate, bem natural mesmo!! Adorei meu pedido, simples, diferente pelo recheio e bem gostoso!!

Burrata é um tipo de queijo italiano, parece uma mussarela de búfala grande, pois também é feita de leite de búfala. Por fora é igual, a diferença é quando se corta. Dentro é um creme maravilhoso que desmancha. É muito bom.

A minha amiga optou pelo Gnocchi Sorpresa, (R$39,00). É um gnocchi de batatas, recheado com fonduta de queijo gratinado ao creme de funghi. Fiquei muito na dúvida entre o que pedi e esse, que segundo ela, estava muito bom!

Finalmente consegui chegar à sobremesa e escolhemos crema bruciata di cioccolato, que é um creme brulé de chocolate. Estava bem gostoso, parecia um brigadeirão, um pouco mais mole, com a camadinha de açúcar, igual do creme brulé tradicional, feita com um maçarico especial.

O restaurante também tem, além de massas, risotos, peixes, carnes e alguns pratos orientais. O cardápio é muito bom, bem variado.

Quem gostou da dica, o restaurante fica na Rua Barão da Torre, 368, Ipanema, Rio de Janeiro. Telefone: 2522-3730. Site: www.boox.com.br.